força de vontade

Minhas decisões e resoluções são sempre muito frágeis. Vide a história de deixar o cabelo crescer. Passa uma brisa e eu já mudo de ideia.  Resolvi diminuir o consumo de coca-cola (parar de vez seria radical e impossível demais). Estou tentando não tomar coca-cola todos os dias e especialmente em casa, onde passo a maior parte do tempo. Uma resolução segura e fácil de cumprir.  O problema é que minha determinação é frágil. Vendo o documentário da Joan Didion na Netflix, The Center Will Not Hold, ela dizia que acordava, tomava uma coca-cola (ai de quem bebesse a última latinha antes dela!) e começava a escrever.  Só saber disso faz a minha força de vontade escorrer pelo ralo e me faz ansiar por abrir uma lata de coca-cola bem geladinha antes das nove da manhã.  Que vontade!

Compartilhe
Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Share on Tumblr

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *